Redesenhar fluxos permite maior agilidade no trabalho e melhores condições para realizar entregas aos cidadãos

Inovar em governo é, entre outras coisas, simplificar. Isso passa pela linguagem, pela comunicação com o cidadão e também pelos processos. Desenvolver fluxos de  atividades simples, que atendam às necessidades do trabalho no setor público sem rigidez, é essencial para garantir a fluidez e a agilidade nas organizações. Nesse sentido, equipes da Casa Civil do Ceará participaram da oficina “Detox: Desburocratização e Redesenho de Processos”, da WeGov, a fim de ampliar conhecimentos e melhorar métodos de trabalho.

Realizada no Íris | Laboratório de Inovação e Dados do Governo do Ceará, a oficina aconteceu nos últimos dias 21 e 22 de março. A programação contou com atividades de mapeamento, análise e redesenho de processos, desenho de fluxos,, além de apresentar conteúdos sobre metodologias como o Design Thinking e Business Process Management (BPM), e princípios de processos enxutos (lean).

A metodologia da WeGov busca ajudar servidores a pensarem seus serviços com foco no cidadão, ampliando a compreensão sobre métodos mais colaborativos de trabalho. “O Laboratório é como uma mãe, ele cuida dos outros mas esquece de olhar pra si. A gente sugeriu que o Íris seja uma mãe moderna, que estabeleça rituais que gerem momentos de autocuidado. No Detox, apresentamos formatos e exemplos que servem de guia para que isso possa acontecer continuamente˜, pontua Gabriela Tamura, diretora da WeGov.