ÍRIS promove Jornada de Inovação com o Inmetro no Rio de Janeiro

O ÍRIS | Laboratório de Inovação e Dados do Governo do Ceará realiza diversas ações para impulsionar a cultura de inovação no ambiente público e impactar positivamente a vida de cidadãs e cidadãos. Uma delas ocorreu nos últimos dias 3 e 4 de novembro, no Rio de Janeiro: a Jornada de Inovação — Direito e Linguagem no Setor Público, com o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).
Na ocasião, cerca de 30 servidores foram capacitadas em Linguagem Simples e Direito Visual, técnicas que garantem às pessoas o direito de entender. A jornada foi conduzida pela coordenadora do Programa Linguagem Simples Ceará, Isabel Ferreira Lima, e pela gestora de Inovação Jurídica do ÍRIS, Mariana Zonari.
Entre os conteúdos apresentados na capacitação, esteve a metodologia de simplificação de conteúdos desenvolvida pelo ÍRIS, que foca na inclusão, na acessibilidade e na melhoria da compreensão de informações públicas.
Conforme destaca a coordenadora do Programa Linguagem Simples Ceará, Isabel Ferreira Lima, usar as técnicas de Linguagem Simples e Direito Visual nos textos públicos é essencial porque “impacta de forma positiva na comunicação interna da administração pública e no acesso aos serviços públicos, promove a participação social e fortalece a transparência do setor público”.

“Os conteúdos da jornada fortalecem a Linguagem Simples e o Direito Visual como técnicas de comunicação e inovação”, reforça a gestora de Inovação Jurídica, Mariana Zonari, que durante o evento mostrou a evolução do Direito e dos documentos jurídicos, abordou conceitos e diferenças de Design Thinking, Design Jurídico e Direito Visual e, ainda, apresentou exemplos de ferramentas para aplicar Direito Visual em documentos jurídicos.
Para a coordenadora da área de inovação do Inmetro, Taynah Lopes, a jornada foi uma oportunidade para os profissionais da instituição terem mais contato com os temas apresentados. “Durante a jornada, recebemos muitas informações. Para a gente, foi muito transformador conhecer o potencial que a gente tem de melhorar os instrumentos de comunicação cidadã da nossa instituição para torná-los não só mais simples mas também mais acessíveis”, relata Taynah.
Quem também cita a experiência como transformadora é a participante Gabriela Amorim, que integra a diretoria da área de administração e finanças do Inmetro. Ela reforça que a jornada foi “uma experiência de troca muito profunda, rica e estimulante”, na qual aprendeu “a importância de focar no usuário”.
O evento foi finalizado com uma atividade prática de simplificação, de modo que os participantes puderam aplicar os conteúdos apresentados nos demais momentos da capacitação.